Comunicação assertiva

Todo (ou quase todo) mundo tem aquela vozinha na cabeça com quem conversamos. A nossa relação interpessoal diz muito sobre a forma como nos relacionamos com os outros. Assim como a forma que nos comunicamos em casa revela muitas das nossas dificuldades relacionais. É bem comum termos problemas de comunicação, até porque nem sempre somos incentivados a nos escutar e isso claramente interfere na empatia em que sentimos pelo próximo.

Pode até ser que tenhamos a melhor das intenções e tentemos nos aproximar do outro, para compreender o que ele diz, mas ainda assim acabamos agredindo com palavras, seja o outro ou a nós mesmos.

O que é assertividade?

Em poucas palavras, a assertividade é o reconhecimento das nossas necessidades e limites e a comunicação efetiva deles. Ou seja, é saber identificar seus sentimentos, traumas e aquilo que você precisa e saber como expressar isso de uma forma que não agrida ao outro e nem seja autoagressiva.

Estilos de comunicação

Agora que sabemos que a comunicação assertiva é a comunicação ideal para diminuir conflitos relacionais desnecessários, veremos quais são os outros estilos comunicativos:

– Passiva: Pessoas que tendem a ter uma grande necessidade de ser aceito pelo outro e acabam diminuindo ou ignorando suas opiniões para atender a vontade do outro

 – Agressiva: Essas pessoas precisam ter suas necessidades atendidas ou se defender da ameaça do outro e tendem a impor suas opiniões e vontades, agredindo o outro.

– Passivo-agressiva: É o estilo mais comum, as pessoas acabam se silenciando e tendo dificuldade em dizer não ao outro e não comunicam suas próprias opiniões e sentimentos até chegar ao seu limite e acabam explodindo e sendo agressivas.

Se ao longo da sua vida você acabou usando um ou mais algum desses estilos para se relacionar com os outros, é importante que você procure entender melhor como desenvolver sua assertividade na comunicação.

 Como ser assertivo/a?

É claro que é difícil desenvolver habilidades sociais de comunicação, isso exigirá seu esforço e prática, mas isso não significa que é impossível. Portanto a seguir trarei algumas dicas para que você comece alterando sua comunicação aos poucos:

  1. Escute os outros com empatia;
  2. Reconheça seus próprios sentimentos e necessidades;
  3. Comunique sobre isso ao outro: Lembre-se que o óbvio também precisa ser dito! Os outros não têm o poder de ler a nossa mente, por mais que a gente queira…
  4. Conheça bem os seus limites;
  5. Aprenda a dizer não aos outros que ultrapassem seus limites;
  6. Busque grupos de estudos e/ou rodas de conversa que estimulem sua comunicação e inteligência emocional;
  7. Evite acusar os outros;
  8. Seja mais objetivo/a e fale de maneira que o outro te entenda;
  9. Tente negociar com o outro: Há coisas que precisamos ceder.

Vale destacar que autoconhecimento é tudo. Então a psicoterapia e treinamentos de habilidades sociais podem ser bem úteis na sua jornada em busca da assertividade.

Giva Medeiros

Psicóloga Clínica

Customer Reviews

5
0%
4
0%
3
0%
2
0%
1
0%
0
0%
    Showing 0 reviews

Deixe um comentário

Thanks for submitting your comment!