Desequilíbrio emocional

Você já passou por alguma situação negativa que te deixou sem reação ou que você acabou “explodindo”?

Saiba que isso é normal, porém quando esse processo começa a ser frequente, se apresentando mais vezes do que gostaríamos, pode indicar um desequilíbrio emocional.

O que é desequilíbrio emocional?

O desequilíbrio emocional está relacionado com o estado de alteração de humor e com a facilidade em sair do “normal” quando enfrentamos acontecimentos negativos, situações imprevistas ou que fogem muito do controle.

Diante de situações complexas a pessoa tende a perder o controle das próprias emoções, não conseguindo gerenciar ou se expressar do modo seu modo habitual.

Causas do desequilíbrio emocional

O desequilíbrio emocional pode acometer qualquer pessoa.

As principais causas levantadas para o desequilíbrio emocional são: acumulo de estresse diário e transtornos psicológicos de humor, como a depressão.

Os transtornos psicológicos influenciam na produção dos hormônios no corpo humano, que regulam o funcionamento do corpo. Ou seja, regulam também o humor. A pessoa que tem um transtorno psicológico pode apresentar um desequilíbrio hormonal ou na psique, que irá gerar um desequilíbrio emocional diante de algumas situações.

O acúmulo de estresse pode ser relacionado a diferentes situações, como:

  • Relacionamentos amorosos;
  • Sobrecarga profissional;
  • Frustrações;
  • Responsabilidades;
  • Necessidade de se adequar aos padrões.

E podem resultar em um desequilíbrio na forma como a pessoa reage a determinadas situações.

Sintomas

O desequilíbrio emocional tende a ser pontual, diante de uma situação que gerou uma sobrecarga emocional e pode se manifestar com:

  • Ataques de raiva;
  • Gritos;
  • Choro descontrolado;
  • Agressão física e/ou verbal;

Após esses episódios, as pessoas compreendem conscientemente suas atitudes e tendem a se sentir envergonhadas e com medo de serem rejeitadas.

O desequilíbrio emocional pode ser seguido de sintomas físicos como dores de cabeça, dores musculares, gastrite… O que na Psicologia é entendido com somatização (conversamos sobre isso em outro texto aqui no Sunas).

Caso esteja passando por isso, procure ajuda de um profissional da Psicologia para compreender melhor quais são os as causas e quais as melhores formas de mudar a situação.

Suelen Maas

Psicóloga Clínica

Customer Reviews

5
0%
4
0%
3
0%
2
0%
1
0%
0
0%
    Showing 0 reviews

Deixe um comentário

Thanks for submitting your comment!