fbpx

Aquele homem está tornando a minha vida num inferno

Aquele homem está tornando a minha vida num inferno
Tenho 38 anos e já vou fazer 39 para Dezembro. Mas o meu pai me trata como se eu tivesse 15 anos. Ele me maltrata, me critica, me xinga. Na segunda, ele chamou me nomes como: tonta de merda, cabra, puta, nojenta que só lhe dou nojo, que não valo nada. E ainda me bateu, deu me uns murros na cabeça. Tudo por causa de eu chamar lhe de monstro. ONDE JÁ SE VIU UM PAI BATER NUMA FILHA DE 38 ANOS, AINDA POR DIFICIENTE? Hoje, foi a mesma coisa. Ele pega com tudo e com nada. A porta da rua estava aberta e ele fez um berreiro. Depois falou da luz. Que eu só gasto luz, que estou com a luz acesa do meu quarto até tantas da madrugada, se eu continuar assim, ele disse que vai cortar a luz do meu quarto outra vez. QUER DIZER NÃO POSSO TER PRIVACIDADE NO MEU QUARTO? Mas eu disse-lhe mesmo: “sou eu que pago a conta da luz e não é o senhor. E o senhor não me manda”. Ele que viu isto, veio a mim, começou a me bater, dando murros na cabeça e ainda puxou o meu cabelo. Ainda disse-me que ia me internar ou pór-me fora de casa.

Agora, quero vos fazer uma pergunta: qual é o mal estar com a luz acesa do meu quarto até tantas da madrugada?

Ele pega sempre com isto. Eu sou maior de idade. Quero a minha privacidade. Eu não estou a ver porno aqui na internet como ele pensa. Para dizer å verdade: Eu odeio porno. Não sei aonde vou buscar forças para aturar aquele homem que não me respeita.
Eu queria ir á policia, mas tenho medo da minha mãe que ficaria contra de mim. Não tenho direito ao meu dinheiro, é a minha mãe que dá conta dele. Também não tenho para onde ir.

19
1
0
placeholder
outubro 30, 2021
feminino
2

  • enferempata

    Olá, eu não sei exatamente da sua vida.. não sei como vive, muito menos as condições. mas se posso te afirmar algo é que todos somos dignos de RESPEITO, pelo que descreveu esse não tem sido o caso, e por mais que os laços familiares sejam importantes, nada é mais importante que o respeito que você se dá! priorize o que é melhor para você, se imponha frente ao que te causa sofrimento. não use o argumento interno que diz "mas é meu pai, eu deveria aguentar calada", ele é invalido e te invalida como pessoa, não se autosabote, busca sua força e nunca desista do caminho, por mais dificil que ele pareça, evolução algumas vezes causa uma dor que parece ainda maior que a anterior, mas ela passa, e você se RENOVA. te desejo sucesso, e força nessa caminhada.

Converse em tempo real

Login

Desabafe no Site

Cadastre-se

Crie uma conta no Sunas

Grupo de apoio

Entre no nosso grupo do WhatsApp

Login

Desabafe no site

Entre na Comunidade

Converse em tempo real

Grupo de apoio

Entre no nosso grupo do WhatsApp