fbpx

Pais superprotetores – adultos inseguros

Me sinto uma péssima pessoa quando vejo outros casos de pessoas com a minha faixa etária (25) que são totalmente dependente dos pais ainda, mas não porque gosto de ver a desgraça alheia, mas sim porque sinto que não estou sozinha, que não sou a única… Eu geralmente me comparo com pessoas dessa faixa etária que estão bem de vida, bem sucedidas, realizando sonhos, conquistando coisas… E eu parei aqui, a vida está passando e eu aqui. Não é porque eu quero, mas porque eu não consigo.
Meus pais sempre foram (e ainda são) superprotetores, e eu entendo eles, acho que seria igual… Tenho medo desse mundo e das pessoas. Não os culpo, agradeço por tudo, o que eu me tornei não é culpa deles… Afinal, eu sempre fui uma criança fechada, não falava com as pessoas (nem com quem eu conhecia), sempre com uma timidez imensa, e ainda é assim.
Eu não sei o que fazer para não ser mais esse “nada”, esse ser inútil. Por causa das limitações mentais (que já tentei tratar, mas hoje em dia já é um ‘tanto faz’), eu não consigo ir me virar, trabalhar fora, ter uma renda, comprar minhas coisas e quem sabe, ir conquistando metas e sonhos aos poucos… Isso tudo é irreal e inalcançável para mim… Minha profissão é autônoma, e não tive sucesso… Sinto que a fobia social atrapalha até nisso….
Só queria me livrar desse sentimento tão doloroso que tem acabado comigo há uns anos… Sentimento de não servir pra nada, de ser um nada.

~ desabafo enorme porque aut0mut1l4ç4o não estou podendo

22
4
0
placeholder
março 4, 2022
outro
6

  • Cloe99

    Os pais deveriam ajudar, mas alguns vem mais para atrapalhar do que ajudar mesmo. Está faltando um pouquinho de raiva para vc sair dessa passividade e começar a fazer algo pela sua própria vida. A partir do momento q vc é maior de idade, os seus pais não são mais responsáveis por vc. Vc faz oq quiser da sua vida. Para sair dessa dependência tanto emocional quanto financeira vc vai ter se esforçar muito. Eu vou ser realista, não é fácil sair de relacionamento de codependência, ainda mais quando vc nunca cuidou de si mesma ou foi olhar o mundo com os próprios olhos e andar com as próprias pernas. Pais superprotetora é a coisa mais irracional que eu já vi. Sabe por quê? Porque não faz sentido nenhum. O mundo é um lugar que pode acontecer muitas coisas. A vida foi feita para acabar e viver é sinônimo de passar por dificuldades e perigos. Vc não quer que seu filho corra perigo ou fique vulnerável nessa vida cruel e nesse mundo injusto? Então é melhor vc não ter filhos. A partir do momento que vc nasce, vc está exposto aos perigos que todas as criaturas passam. Seus pais não são Deus e nem heróis, eles não podem impedir a vida e o mundo porque eles querem controlar o seu destino. Não é dever deles. Algumas coisas tem que acontecer e não há nada a se fazer em relação a isso. Todo mundo antes de nascer, já tem seus desafios e superações que vão ter que passar aqui nessa Terra. Eu acho que no fundo, vc não quer se responsabilizar pela própria vida e tem medo do desconhecido. Tem medo de sair da zona de conforto. Tem medo de se rebelar contra os seus pais. Vc não tem vontade e nem determinação. Então vc joga toda a culpa e responsabilidade aos seus pais de levarem um adulto de 25 anos de idade nas costas com o pretexto de superproteção. Isso não existe. Se rebele! Saia de casa escondido, arrume um emprego, conheça outras pessoas lá fora, se desafie. Pare de colocar a responsabilidade da sua vida em cima dos seus pais, pare de deixar as inseguranças e o medo dos outros influenciar vc. Vc vai deixar de trabalhar pq alguém ao lado tem medo q vc seja atropelado ou assaltado no caminho? Vc vai deixar de viver um relacionamento pq alguém te diz que ninguém é confiável? Por favor... Por favor... Vc só precisa pensar mais em si mesmo e viver por si. Os seus pais podem morrer amanhã. E vc como vai ficar? Vai continuar vivendo em função aos medos dele enquanto a sua vida está passando diante de seus olhos? Acorde, acorde desse sonho de princesa! Vc não vai ter os seus pais para cuidarem de vc e se responsabilizar por vc para sempre. Se vc for vítima de um mundo cruel vc não tem culpa. Todos nós estamos sujeitos e passíveis de sofrer todas as tragédias pelo simples fato de que nós nascemos. Ninguém está 100% seguro e protegido. Não existe segurança e proteção quando vc não tem controle do destino e dos acontecimentos ao seu redor e quando vc está destinado a morte, é inevitável.

    • Nikki

      Oi tudo bem? pensei por alguns dias antes de decidir responder seu comentário, afinal tenho problema com conversas, contatos em geral mesmo sendo de forma anônima (enfim a timidez), mas então, não entendi se foi algo que falei, se dei a entender errado... mas raiva? não entendi o motivo de "estar faltando raiva" em mim, porque sinceramente, meus pais fazem de tudo por mim, não tenho porque ter raiva.... eu não tenho filhos mas imagino que seja natural que alguns queiram proteger demais os filhos e acabam prejudicando eles de forma não intencional. Claro que também depende muito da atitude desses filhos depois... alguns realmente se revoltam, outros simplismente vão viver sua vida, e eu, por exemplo, não consigo sair disso. O motivo é simplismente a fobia social, medo do mundo, medo de gente, medo de falar com pessoas, de contato... eles nunca me impediriam de fazer coisas que eu quisesse (fiz faculdade em outra cidade por exemplo), não me impediriam de me virar sozinha se eu conseguisse isso. Você tem razão, eu tenho medo do desconhecido, e juntou com o fato deles nunca terem me obrigado a me virar sozinha, aí virei isso aqui, mas não culpo e não responsabilizo eles, de jeito nenhum, nunca falei isso. Mas sonho de princesa? zona de conforto?? só eu sei o quanto a culpa e o sentimento de inutilidade crescem em mim a cada dia, e o quanto isso dói. Não estou feliz com isso não, mas não consigo mudar, estou presa num ciclo que não consigo sair. Estou real vendo o tempo passar, e parada aqui, somente sobrevivendo porque querem que eu sobreviva. Ninguém além de mim mesma está me prendendo... não tenho com o que me "rebelar", a única pessoa que eu posso direcionar essa "raiva" sou eu mesma. Sou muito grata a tudo que meus pais fazem por mim, o problema nunca foi eles. Associei a suprerproteção deles às minhas incapacidades porque, como disse, nunca fui obrigada a me virar, não significa que eles me controlam.

  • pax

    Oi Nikki! Sinto muito em saber desses sentimentos que você tem… Me senti representada em muito do que você falou e gostaria de compartilhar algumas coisas que me ajudaram e vem me ajudando. Espero poder te ajudar de alguma forma!!! Acho que a sua faixa etária é um momento muito complicado, porque é pouco tempo depois da escola, um momento em que todo mundo praticamente tem os mesmos deveres nas mesmas datas para comprir. Aí cria uma perspectiva meio estrutural nas pessoas de que se não estamos fazendo o mesmo que os outros no mesmo momento nós estamos atrasados e isso é errado. Aí saímos da escola com essa mentalidade, fazendo parecer que temos que ter atingido certas coisas em cada idade. Mas a vida não é assim! Cada um está fazendo uma coisa, cada um tem suas “tarefas” e datas que vai realizá-las, e tá tudo bem nisso!!! Tipo, uma pessoa que foi direto trabalhar vai ter independência financeira antes do que alguém que resolveu fazer medicina. E isso é completamente normal!!! Devemos seguir os nossos corações e fazer o que nos faz feliz, não fazer o que vai nos levar para onde os outros estão. Eu me sentia muito assim, achando que eu estava atrasada em relação aos outros, o que me ajuda bastante é constantemente me lembrar de que não tem data para cumprir as coisas e escrever todas essas angústias. Pegar um caderno e uma caneta, e sair escrevendo tudo que te aflige. Acho que você pode gostar de fazer isso :) Acho também que pode ser bom conversar com essas pessoas que você vê que são dependentes dos pais ainda, acho que elas podem estar passando pelo mesmo que você e vocês podem se ajudar a ver que não tem problema nisso. Eu também me via muito do jeito que você descreveu, como se eu fosse alguém inútil. Mas acredite, ninguém é inútil. Todo mundo tem qualidades boas e ruins, todos nós temos algo de bom que trazemos para o mundo!!! Uma atividade muito bacana de se fazer é escrever em algum lugar uma lista de algumas qualidades positivas suas (ex: eu sei desenhar bem um pássaro, eu memorizo bem o que as pessoas gostam de comer, …). Quando comecei a fazer isso, eu não me entregava para a atividade de fato, porque eu sentia que era muito esnobe fazer isso. Mas não pense assim!!! Todo mundo tem qualidades e é bacana lembrar delas:) Última coisa, não pense que é culpa de alguém o jeito de você ser, porque não é algo a se culpar. Não sinta que a pessoa que você é, os pensamentos que você tem, as sensações que você tem são coisas negativas. os seus sentimentos são reais e se atrapalham a sua felicidade não devem ser diminuídos. Tá tudo bem não se sentir confortável para falar com os outros. Isso é algo comum, justificável e que não deve ser tratado como algo a ser punido. Eu também tenho muito medo de falar com os outros e entendo que o meu medo vem da preocupação de eu ser julgada, da pessoa que eu sou ser desprezada. Então eu sou tímida e quieta para não mostrar quem eu realmente sou. Até pouquíssimo tempo atrás (e as vezes ainda rola) eu ficava brava comigo mesma de não ir falar com alguém que eu gostaria de falar ou com alguém que seria bom para o meu futuro, mas ficar brava comigo mesma nunca me fez ir falar com a pessoa. Mesmo que eu ficasse cada vez mais brava e decepcionada comigo comigo mesma, eu não fazia nada de diferente. No processo de autoconhecimento, percebi o que me impedia de ir falar com os outros e comecei a ver esse problema inicial (aquele famoso acabe com a raiz do problema). Estou no meio do caminho, mas te garanto que ficar repetindo para mim mesma que o que as pessoas julgam dos outros diz muito mais sobre elas e que eu gosto de mim mesma mesmo que digam coisas horríveis de mim mesma, vem me fazendo cada vez mais confortável em falar com os outros. Então, meu conselho para você é buscar entender o que te impede de ir falar com os outros, ver que essa questão não é você, mas vem te acompanhando e que tá tudo bem não querer falar com os outros. Abraços carinhosos❤️❤️❤️

    • Nikki

      Oi tudo bem? Realmente triste que você se sentiu representada por algumas coisas que escrevi, porque enquanto escrevia, estava chorando... sei como dói. Mas fico feliz que você esteja no caminho de melhorar, realmente torço para que fique tudo bem! Quanto aos comparativos, realmente, eu sou totalmente errada em fazer isso, mas acaba sendo meio inevitável... eu me sinto menos pior vendo quem está "na mesma", mas me destrói quando vejo quem está melhor... eu era uma pessoa que tinha muitos sonhos, sonhos grandes, e eu ver outras pessoas (as vezes até mais novas) conseguindo fazer coisas que eu um dia sonhei, me dão um sentimento horrível de incapacidade... mas isso é tudo fruto de coisas que eu não tratei antes, eu seria uma pessoa diferente se tivesse ido atrás de tratar meu psicológico antes, e agora parece que quanto mais o tempo passa, mais difícil é. Além de não querer dar trabalho, gasto e preocupação para os pais pra isso (eu precisaria SIM deles pra isso), eu não consigo mais conversar nem com médicos :( Enfim, espero que você melhore cada vez mais, só quem lida com isso sabe o terror que é... tudo de bom a você <3

Login

Acesse sua conta para desabafar

Cadastre-se

Crie uma conta no Sunas

Grupo de apoio

Desabafe no grupo do WhatsApp

Desabafe no servidor do Discord

Login

Acesse sua conta para desabafar

Cadastre-se

Crie uma conta no Sunas

Grupo de apoio

Desabafe no grupo do WhatsApp

Servidor no Discord

Desabafe no Servidor do Discord