fbpx

Sensação de que estou preso

Tenho sentido muita ansiedade, insonia, medo ultimamente. Estou prestes a fazer uma mudança em minha vida (que afetará a minha vida e dos que moram comigo), mas algumas coisas não me deixam ir tranquilo:
1) fico pensando em meus filhos, se será bom para eles;
2) lá fundo, acho que ainda resisto a essa mudança;
3) irão ficar, ainda, algumas pendências a resolver que, pelo menos do meu ponto de vista, não dependem de mim, estão nas mãos de outras pessoas.
Com relação aos itens 1 e 2, eu acho que estão conectadas, fico com medo dessa mudança não ser boa para meus filhos, de eles sofrerem, de que talvez, se tivesse optado por deixar as coisas como estão, eles seriam mais felizes.Também sinto, algum tipo de “sindrome de Barrichelo”: quando consigo ou estou para conseguir algo melhor, algo que nunca ninguém da minha família conseguiu, eu me saboto. Não sei se tem a ver com um negócio chamado constelação familiar, que ouvi em uma palestra de uma psicóloga do meu trabalho.
Em relação ao item 3, eu sinto que deveria fazer alguma coisa, agir, sei lá, mas ao mesmo tempo, na minha visão, é uma situação que já está nas mãos de outras pessoas, que estou “nas mãos” dessas pessoas para poder resolver essa pendência, não depende tanto de mim, mas sim da “boa vontade” dessas outras pessoas que trabalham naquele órgão. A sensação que tenho é que estou subindo uma escada carregando algumas sacolas, mas acabo deixando uma em algum degrau e, continuo a minha subida, mesmo sabendo que terei de voltar para pegar a sacola que deixei para trás. Ou de que tem uma bola de ferro amarrada em meu calcanhar (igual aquela dos desenhos), que me impede de correr livre em busca daquilo que quero, ou que acho que vai me fazer feliz.
Eu queria falar com alguém sobre essas coisas, mas aqui onde estou, não conheço ninguém confiável e, de certa forma, tenho receio de me abrir com meus pais, medo do que vão pensar, do que vão falar (se vão me xingar, por exemplo). Eu tenho uma certa dificuldade em lidar com frustrações, com “broncas” de outras pessoas. Sempre fui assim, desde criança, sempre perfeccionista, sempre me cobrando e sendo cobrado pelos outros. Aqui, pelo menos nesse momento, é o único canal que tenho para me abrir, desabafar. Sei que não existem soluções mágicas, que ninguém aqui vai me dar uma solução, mas preciso falar, por para fora. às vezes, a vontade que dá é de sumir, ou de dormir e, como num passe de mágica, quando eu acordar, tudo estar resolvido. Mas, isso não existe, infelizmente.

33
3
0
agosto 5, 2020
👨‍🦱 Homem
🫶 Solteiro
8

  • Andre

    Oi, tenho 20 anos e mudei de cidade por causa da minha mãe com 14. No começo foi horrível, mas hoje olhando para trás, agradeço por essa mudança ter acontecido na minha vida. No começo sempre é difícil, adaptação a nova rotina, fazer amigos etc. Mas a gente sempre se acostuma, conhece pessoas legais, reinventa uma nova rotina e conhece coisas novas. Você mesmo diz que sente que isso é algo que será bom pra você, mas você tem tendencia a se sabotar. Não faça isso, dê chance para o novo!! Tantas portas vão se abrir se você for, novas oportunidades! Não tenha medo, seus filhos vão se adaptar. A gente sempre é conduzido para lugares onde devemos estar, e se recusarmos isso, talvez estejamos recusando o nosso destino, que vai trazer coisas muito boas! Não fica inseguro, 'pega o boi com a unha' e só embarca nessa aventura.....

    • 123junq

      Oi Andre, muito obrigado pelo comentário, acho que era isso que eu precisa ouvir. O que você falou me fez lembrar da minha infância, eu me mudei várias vezes de casa, cidade, escola.....e aqui estou. Aliás, talvez eu não seria quem eu sou se não tivesse passado por todas essas mudanças que passei na infância. Fiz novos amigos, me adaptei, me reinventei. Muitos desses amigos, são amigos até hoje. Acho que as crianças tem uma facilidade maior em adaptar a cosias novas, porque não tem apego, como nós adultos temos. Você me ajudou muito, agora me sinto em paz comigo mesmo, pelo menos em relação à essa questão. Sou muito grato pelo seu comentário, vou guardar ele para mim para sempre! Gratidão!

  • Kira

    Eu já mudei minha vida com 2 filhos muito pequenos e foi a melhor coisa que fiz. Voltei depois de uns ano e me arrependo.

Converse em tempo real

Login

Desabafe no Site

Cadastre-se

Crie uma conta no Sunas

Grupo de apoio

Entre no nosso grupo do WhatsApp

Login

Desabafe no site

Entre na Comunidade

Converse em tempo real

Grupo de apoio

Entre no nosso grupo do WhatsApp