fbpx

Dependência emocional

Comecei a namora com 14 anos de idade por carência, fui busca em uma pessoa a falta de carinho e atenção que não tive na infância. Cresci sem a presença do meu pai e minha mãe trabalhava em outra cidade, ficou baste tempo longe da gente. Fui criada pelos meus avós e tios.
Hoje eu busco a felicidade nas pessoas, nós meus relacionamentos. Ficar sozinha é atormentante para mim, crio paranoias e começo a ficar depressiva.
Queria conseguir ficar feliz sozinha, me divertir sozinha, e não depender de ninguém para isso.
Mais para mim é tão dificil, termino um relacionamento e já entro em outro só para não ficar só. E acabo afastado as pessoas, pois cobro demais atenção.
Acho que as feridas da minha infância ainda estão bem abertas…

14
3
0
placeholder
SET
março 30, 2021
feminino
3

  • Tamyres Fontes

    Olá, tudo bem? Você precisa realmente buscar ajuda, se você não tratar esses traumas eles vão sabotar todos os seus relacionamentos. Você tem uma vida toda que te espera. Você nasceu para ser feliz e não levar o fardo dos seus pais em seus ombros. Você precisa perdoar seu pai e seguir em frente para uma vida linda que te espera. Dentro de você existe um potencial enorme, e muita luz, não deixe que os erros de alguém prejudique sua caminhada aqui. Sabe querida, eu te falo isso por experiência própria, meus pais se separaram eu tinha 9 anos de idade e foi muito sofrimento para mim. Mas com o tempo conseguir perdoar o meu pai e hoje temos uma relação muito harmoniosa e com esse perdão eu conseguir me libertar e ter relacionamentos saudáveis. Dê o primeiro passo e busque perdoar e você se sentirá mais leve e tudo vai melhorar, acredite! Te desejo muito sucesso e muita Luz! Amo você

  • ursinho

    Acho que o que o Arnaldo falou de sermos as pessoas mais interessantes dentro do nosso mundo faz muito sentido... SET, eu tbm já vivi exatamente isso que vc.. eu pensava que sempre tinha que estar namorando pra me sentir completa.. e até hoje tento desconstruir isso, mas o que eu aprendi na quarentena, ficando mais tempo sozinha e focando em me desenvolver no trabalho e estudos, é que realmente nós temos o mundo inteiro de possibilidades dentro de nós... e podemos sim escolher onde queremos focar nossa atenção.. então se desejamos um namoro, focamos a atenção no parceiro, se desejamos nos desenvolver em outras áreas, focamos em outras coisas... mas acho que o que importa mesmo é, nós sabermos que nós mesmos podemos suprir nossas carências, nos achando pessoas mtmtmt interessantes... e isso vem com o autoconhecimento... nem que seja dolorido no começo, fazer um esforço pra passar mais tempo sozinha, refletindo, curando aos pouquinhos essas feridas da sua infância, você e você mesma... e o parceiro poderá vir como alguém que soma ao invés de completar... fica bem Set, beijão <3

  • Arnaldo

    Eu sei como é, conviver com feridas que parecem não cicatrizar. Tão sempre lá pra lembrar do que aconteceu e parece que dói do mesmo jeito que antes, até mais porque mistura um monte de sentimento. Tento aprender a conviver e lidar com isso. As vezes um ponto pra se segurar seja importante, um lugar que ajude a curar essas feridas. Somos as pessoas mais interessantes dentro do nosso mundo, valorize isso.

Entrar no Sunas

Acesse sua conta para desabafar

Criar uma conta

Cadastre-se para desabafar

Entrar no WhatsApp

Desabafe no grupo do WhatsApp

Entrar no Discord

Desabafe no servidor do Discord

Entrar no Sunas

Entre na sua conta para publicar

Criar uma conta

Cadastre-se para publicar