fbpx

Desabafo da phoebe

Olá!
Fiz meu cadastro a mais ou menos 5 minutos e lá vou eu escrevendo…
Tenho 25 anos, sou rodeada de pessoas boas e energias vibrantes. Ontem foi meu aniversário, e o que mais escutei foi: gosto de estar perto de você, pois está sempre feliz e sorridente.
Mas pra ser sincera, a maior parte do meu tempo me sinto infeliz e confusa.
Quando tinha 5 anos sofri um abuso sexual por um paciente de uma clínica de reabilitação que meu pai tinha (era o maior prazer da vida dele essa ong), e em um curto prazo de tempo por outro homem, nesse caso, meu irmão mais velho.
Confesso que era confuso, e me irritava profundamente. Tentei algumas vezes conversar com minha mãe, mas ela sofria muita agressão fisica e psicologica pelo meu pai, e nunca tive a certeza do porque ela nunca conversou com meu irmão.
Quando fui crescendo, fui entendendo o que realmente havia passado e fiquei anos sem falar com meu irmão, pois morávamos em estados diferentes.
Após completar 13 anos, tentei conversar com minha mãe sobre esse assunto, mas ela só chorava como se sentisse arrependida de não ter me ajudado. Em menos de 30 dias, sofremos um acidente de carro, e foi o momento divisor de aguas. Aonde o socorro não chegava, e por 1 hora vi minha mãe agonizando até a morte.
Ainda é um assunto bastante difícil pra mim, pois mesmo minha mãe ter tido suas falhas ao cuidar de mim, ela era o amor da minha vida. Ela era dócil, amavel, de um coração enorme, e minha melhor amiga.
Durante esse período, já tentei conversar com meu irmão algumas vezes, ele me pediu perdão, mesmo não conseguindo falar os motivos.
Mas ainda tenho muitos bloqueios na minha vida, não consigo fazer amizades duradouras, não consigo confirmar totalmente em alguém a ponto de contar tudo o que disse. Não gosto que me toquem sexualmente, e nunca me sinto excitada. Sou casada a um ano, e meu marido tem tido muita paciência comigo, mesmo não entendendo meus motivos.
Sei que preciso de ajuda profissional, mas ainda não consigo.
As palavras ficam na minha garganta a ponto de me sufocar.

18
3
0
placeholder
novembro 12, 2020
feminino
1

  • Tamyres Fontes

    Olá querida. Sua história é bem complicada mais não impossível de resolver, pois nessa vida tudo há uma esperança. Eu já te admiro pela mulher de fibra que és. Eu imagino o quanto deve ser difícil lidar com tantos desafios de uma vez só, mas mesmo diante disso tudo você é tão forte. Você já parou para pensar e admirar você mesma? E dizer que se orgulha de você? Mas eu te digo: "Tenho muito orgulho de Ti". Sabe querida as vezes devemos ter coragem para que as coisas na nossa vida entre no eixo, e isso só acontece quando pedimos ajuda. O caminho da cura só vêm na nossa direção quando entramos neste caminho. Eu sei que você vai sair dessa eu tenho fé em Ti!! Gostaria de te indicar algumas muitas mulheres maravilhosas que me ajudaram neste processo de cura: Elainne Ourives, Beth Russo, Rachel Newman e Café Quântico. Você as encontra no YouTube e no Instagram. Te amo muito querida, te desejo muito sucesso e Luz!!

  • carol

    eu adorei seu nome Phoebe, talvez porque eu seja fã de friends. Phoebe, eu acredito que tu ter vindo aqui foi o primeiro passo, o mais importante para ti conseguir falar com alguém sobre ti, sobre teu passado, teu presente e teu futuro. Eu acredito, que todos nós temos marcas que ninguém conhece, porém essas marcas são também nossos bloqueadores de conexões, é muito dificil tu abrir algo que te dói, que ainda tu nem entende direito, para alguém que tu desconhece totalmente, mas eu te recomendo, pois é o que vai poder te ajudar, a lidar com tudo isso. Hoje tu consegue fazer terapia online, tu pode começar a falar com um profissional sobre as pequenas coisas do teu dia a dia, até tu ter com ele ou ela, uma conexão no qual tu vai poder expor isso, para chegar até o momento que tu vai poder olhar tua história, sem esses sentimentos que estão te bloqueando de criar novas conexões digamos assim, e o melhor é que essas terapias online, tu pode fazer com teu celular e no lugar que tu vai se sentir confortável para isso. E o mais interessante, é que na terapia, tu pode escrever também e caso tu decida chegar no momento de falar. Eu estou torcendo por você, para que você se conheça melhor e consiga lidar com todas essas emoções, e te respeito por ter chegado até aqui, siga firme.

  • Andre

    phoebe eu sei como é estar sempre com um sorriso no rosto e estar um caos por dentro.. também me defendo de terem dó de mim assim.. perdoa seu irmão pelo que ele te fez, perdoa sua mãe e seu pai também, acho que esse é o primeiro passo. Sei que não é fácil, mas é libertador. E saiba que minha mãe ja me fez coisa ruim (usar drogas com filhos pequenos) e minha vó sempre me ensinou a não ter vergonha e conversar sobre, simplesmente para que eu não deixasse esse sentimento me consumir, para que isso não virasse um trauma pra mim, mas sim uma situação na minha vida que eu tive que passar, mas lutei para q isso nao apagasse minha luz.. e eu sinto que vc esta lutando contra essa dor ainda.. a terapia vai te ajudar com isso.. mas em palavras resumidas: ressignifica a sua dor, olha ela com olhos de agradecimento, olha pra trás e pensa que sem essas situações vc não seria a pessoa que é hj, não teria a maturidade que tem.. agradeça, escreve num diário, coloca todos os seus sentimentos pra fora, xinga, agradece.. Vc pareceu uma pessoa tranquila, mas vc talvez carregue esses traumas q refletem até na sua relação com seu marido. O que passou está no passado, comece a enxergar seu trauma pequenininho como uma formiguinha e você gigante como um elefante! Espero que nessa confusão de palavras eu tenha conseguido te ajudar :) Fica bem e beijão

Converse em tempo real

Login

Desabafe no Site

Cadastre-se

Crie uma conta no Sunas

Grupo de apoio

Entre no nosso grupo do WhatsApp

Login

Desabafe no site

Entre na Comunidade

Converse em tempo real

Grupo de apoio

Entre no nosso grupo do WhatsApp