fbpx

Fujo da saudades

Oie! Pra explicar oq sinto preciso voltar muito no passado. Desde sempre eu vejo a saudade como um monstro. Quando meus pais se divorciaram (ainda tinha 3 anos) eu criei dependência pelo meu pai, não sabia viver sem ter ele no dia a dia em casa, já que minha mãe era bem das “bravas” e abusivas psicologicamente. Para livrar minha saudade eu simplesmente fugia, me distraia e fazia mil e uma coisas pra esquecer oq sinto falta, ao invés de procurar como conviver cm esse sentimento comum. O tempo passou e a situação se repetiu, porém especificamente outubro do ano passado minha irmã, que sempre foi minha base e meu motivo de viver todos os dias, recebeu uma vaga de emprego e se mudou pra longe, e de quebra ainda levou meu cachorro, o Loki. Eu chorei logo que recebi a notícia. Ela liga todas as noites para meus pais, costumava ligar pra mim mas eu não atendia pq eu queria esquecer minha saudade dela. O grande problema é que as formas que eu acho de esquecer a saudade acabam por me sobrecarregar e agora não consigo fazer mais nada e está tudo muito confuso. Meus estudos tão pro ralo e toda minha vida tá se resumindo em vícios. Essa semana ganhei um filhote de cachorro, já o amo mas ele simplesmente me ferrou, minha mãe me coloca pressão todo dia e não ajuda a situação. O oreo (meu cachorro novo) me faz me lembrar do Loki, tudo que eu sempre evitei. Agora eu choro toda vez que olho pro meu cachorro pq agr não consigo mais fugir do sentimento e das lembranças. Não sei lidar cm a saudade e de repente dou de cara cm ela, ainda nem consigo resolver tudo que me sobrecarrega. Minha solução tá sendo depositar toda minha saudade em cima da minha família exceto minha mãe. Agora corro risco novamente de desenvolver dependência emocional e realmente não sei uma solução pra minha situação. Pode parecer muito bobo mas é horrível ver a saudade como um medo e a dependência como um costume

1
1
placeholder
maio 17, 2023
1

  • maio 19, 2023
    Tamyres Fontes

    Olá meu amor, como você se sente hj? Estive lendo seu relato e sei bem o que é a dor da saudade. Sabe o que mais faço quando ela bate, eu viajo na imaginação dos melhores momentos que tivemos juntos, de cada ensinamento, e as vezes sinto vontade de voar para perto, mas a limitação me alcança. O que te aconselharia é; manter contato, sorrirem juntas, pois essa saudade ainda pode ser matada, diferente da minha que a separação foi por morte. Seja grata querida pela possiblidade de ter um meio para convesarem. Pense nisso! Outro coisa que gostaria de relatar aqui, é sobre sua mãe, ela foi o ser mais importante da sua existência, pois ela te carregou e te nutriu, e sem ela você não existiria. Vale muito a pena você tentar ser mais próxima e ter uma relação harmoniosa, a vida espera isso de você, sabia? Não se limite tanto. Percebi que você se reprime muito, se permita viver, e experimentar as sensações. Aprenda uma coisa: SÓ SE VIVE UMA VEZ! Então se permita sentir saudade, chorar, sorrir, e aprender com as ondas da vida. E nunca desista dos seus sonhos por conta das circunstâncias. Beijo amore, te desejo tudo de bom! E muita luz no teu caminho.

Ainda não tem cadastro?

Cadastre-se no Sunas gratuitamente

Ou faça seu login aqui

Ainda não tem cadastro?

Cadastre-se no Sunas gratuitamente

Já possui cadastro?

Faça seu login

Entre em nossa Comunidade de troca de mensagens em TEMPO REAL!