fbpx

Não consigo deixar de estar magoada com meu pai

Faz quase um ano que sai da casa dos meus pais, quando sai estava brigada com meu pai, pois falei pra ele: “não gosto de você tanto assim”. Essa discussão foi apenas o ápice do meu afastamento em relação a ele.
Desde de criança eu não gosto dele, pois ele costumava beber todos os dias, voltava tarde pra casa e gritava brigando com minha mãe. Eu assistia muito as brigas deles, e sempre achei que ele era o errado da história, pois ele trai minha mãe com frequência. Como pai ele sempre foi distante e ausente emocionalmente. Eu ficava feliz quando ele não voltava pra casa, e se ele voltava, ia pro meu quarto pra tentar não ouvir as brigas, mas como a casa era super pequena era um esforço bem inútil. Meus irmãos e eu apanhávamos quando criança, lembro que numa dessas surras, por eu ter dito um palavrão, sendo que eu tava dizendo que queria que fossemos ao circo, pq eu sabia que ele gostava de ir, eu disse: -Esse circo parece foda! (na intenção dele ficar interessado e levar a família toda), eu fiquei irritada com ele de uma maneira como se eu jamais pudesse direcionar a ele carinho, pq receberia só agressão, ele percebeu e falou, logo depois de me dá uma surra, que me amava.
Na época eu não refletia sobre essas coisas, só engolia esse papo que precisamos amar nossos pais. Mas fui cada vez mais o evitando, pois falar com ele acaba se tornando discussão ou ouvir ele se gabando de algo sobre si mesmo.
Eu deixei de acreditar em deus, e deixei de pedir bença dele, meus pais forçaram esse hábito desde pequena na minha família, eu queria parar com isso, pois, pareceria mais que tava fazendo por obrigação e pq ele achava que aquilo era um ato de respeito com ele. E não pq eu realmente queria. Eu gosto muito de abraçar pra demonstrar carinho, não preciso pedir bença pra isso, sou muito carinhosa com minha mãe e vós, mas não gosto dele, então não sou assim com ele.
Ele percebeu o meu afastamento e perguntou, daí falei que sou ateia, e entramos num ciclo dele querer que eu peça bença dele, e sempre retornando pra essa cobrança. Eu explicando que não faria isso, que se ele quisesse um abraço, eu faria. (não tinha dito que não gostava dele ainda)
Até que a paciência esgotou e falei que não gostava dele. E logo depois sai de casa pra fazer mestrado. Quando voltei nas férias, tentei dá um abraço nele, ele não retribuiu e disse que não tinha filha ateia. Eu aceitei o que ele disse, e bem sou ateia, então voltei a ignorá-lo como já estou acostumada (vivi anos fazendo isso, agora ele só tá sabendo que faço e é de propósito), no natal, ele quis conversar, e quase se desculpou, mas o discurso era que eu tinha que aceitar, pois ele é meu pai. Eu até aceitei a quase desculpa, mas não lembro como, eu comecei a falar que ele nem me conhecia, comecei a falar várias coisas que ele não sabia sobre mim, que nós temos uma relação superficial. Quando fui embora de lá no fim das férias, estávmos bem na cabeça dele, eu acho, mas eu sempre choro quando lembro ou falo de várias coisas que ele fez que me magoaram, e foram por tantos anos, e constantes, e sei que ele não é uma pessoa diferente, mesmo tendo ficado menos pior em alguns aspectos… Não sei se eu deveria tentar conversar e falar pra ele como me sinto, não sei se isso vai mudar algo (tenho quase certeza que não, não sinto que valha a pena o esforço), mas eu me sinto bem melhor sem ter ele por perto.

3
8
placeholder
agosto 4, 2020
1

  • abril 7, 2021
    Tamyres Fontes

    Olá querida, tudo bem? Estive lendo seu relato e isso mexeu muito comigo, pq eu tbm guardava mágoas do meu pai, mas hoje em dia nos damos muito bem, pq houve o perdão. Sabe querida, algumas pessoas tem atitudes que as vezes nos machuca mas para isso existe o perdão. Na terapia de Constelação Familiar nos ensina que se nossa relação com o pai não é harmoniosa a nossa relação com os homens tbm não será boa. Então busque o perdão e se liberte dessas amarras do passado e viva essa vida maravilhosa que Deus te concedeu. Eu sei que és uma mulher maravilhosa e que tens um futuro lindo, mas para isso desate as amarras. E aceite as pessoas como são, não mudamos ngm só à nós mesmas. Te desejo muita luz e muito amor nessa vida! Te admiro e te Honro. Amo você!

  • outubro 28, 2020
    Adriana Trindade

    Oi IaiaLS! Li teu desabafo e fiquei pensando em ti. Acredito que quando uma pessoa não consegue viver em harmonia com a outra e estar próxima só magoa e a faz sofrer, é uma relação tóxica e o melhor a fazer é se afastar mesmo, até que tu te sintas forte no sentido de que a presença da pessoa não te faça mais sofrer, seja essa outra pessoa amigo, namorado, irmão ou pai. Autoconhecimento é a chave, quando conhecemos os nossos limites, aprendemos a ser assertivas e a fazer aquilo que é melhor para nós. 😉

  • setembro 29, 2020
    Carmesim

    Oi, laiaLS. Me senti muito tocada pelo seu depoimento, pois consigo encontrar alguns pontos em comum ao que eu vivi. Gostaria de compartilhar com você uma música que me ajudou bastante a refletir sobre meus problemas familiares. Aqui está a música: https://youtu.be/uUQb5GzuoN8. Gostaria de destacar uma parte e te explicar como eu refleti. "Você não consegue perdoar alguém. Por que ele não se arrependeu. Eu espero que você não se arrependa pelo tempo que perdeu. Porque se parar para pensar são coisas diferentes. A culpa pode estar no outro mas o perdão está sempre na gente. (...) A melhor resposta é a consciência tranquila, e quando partir não leva esse peso na mochila." A culpa disso tudo não é sua. Mas viver com esse peso também não é legal, não é mesmo? Não acho de forma alguma que você está errada por se afastar, afinal devemos nos afastar de quem nos faz mal. Mas tente trabalhar o perdão, para seu coração se sentir mais leve. Essa é a mensagem. Eu sei que não é fácil. Mas perdoar é um ato de amor próprio. E perdoar não é aceitar os erros do outro, apenas deixá-los para trás. Estou aqui com você!

    • setembro 29, 2020
      IaiaLS

      Obrigada! Gostei da música!

  • setembro 8, 2020
    juliahmg

    Oi, La! Me vi muito nesse texto, obrigada por compartilhar. Desde pequena eu e meu pai nos damos muito mal. Eu e minha mãe também. Vivi anos em confilto comigo mesma por me sentir culpada em estar longe, mesmo eles me fazendo mal. E, ao meu ver, se você longe é mais feliz, te apoio nesta decisão. Mas, se acha que tentar abrir seu coração e tentar, mesmo que só uma vez, te apoio!

  • agosto 18, 2020
    Ma12

    Oii, poxa, que triste q a relação de vcs esteja assim estremecida.. ele é e sempre será seu pai, independente de tudo. Se vc sente um desejo no seu coração de resolver as coisas com ele, mesmo q vcs não fiquem super próximos, mas que fiquem de bem e em paz eu te digo pra tentar se resolver com ele. A ideia da carta é uma boa. Tinha uma época que eu tinha muita raiva da minha vó e mesmo morando na msm casa a gnt não conseguia conversar sem brigar, então por algum tempo nosso meio de comunicação foram as cartas.. funciona bem! Espero que vc e seu pai fiquem bem e possam estar em harmonia, sem raiva, sem ressentimento, somente respeitando as diferenças um do outro! Um abraço

  • agosto 18, 2020
    Hellen Karl Guimarães

    Olá! Você já pensou em escrever uma carta para o seu pai, bem detalhada, falando de tudo o que te magoa sobre ele? Se você se sente melhor estando afastada, continue assim. A moral cristã que nós sempre conhecemos, em boa parte dos casos, é só da boca pra fora. No momento que ele afirma que "não tem filha ateia" ele na verdade está representando a própria confusão dele em relação a você e família. Talvez ele tenha sofrido muito, mas é claro que os familiares não tem que pagar por isso... Mas a questão é que isso tudo te fere, mas você já deu um primeiro caso, se afastando e deixando de lado crenças que mutilam a capacidade de desenvolvimento psíquico. Não somos obrigados a gostar de todo mundo, muito menos de quem nos maltratou. Mas se acha que deve, seria legal colocar tudo em pratos limpos. Espero que dê tudo certo para você. Um abraço

    • agosto 18, 2020
      IaiaLS

      Obrigada pelas palavras e sugestão :), vou considerar bastante essa ideia!

Ainda não tem cadastro?

Cadastre-se no Sunas gratuitamente

Ou faça seu login aqui

Ainda não tem cadastro?

Cadastre-se no Sunas gratuitamente

Já possui cadastro?

Faça seu login

Entre em nossa Comunidade de troca de mensagens em TEMPO REAL!