fbpx

Perdi uma amiga que começou a namorar

Perdi uma amiga, ela começou a namorar e me deixou de lado. Depois começou a me excluir dos roles e tudo mais. Acho que é karma. Meus amigos se afastaram de mim. Me sinto sozinha. Meu namorado não faz muita questão de me ver. Eu só queria sumir, morrer, sair dessa cidade. Eu não me enxergo no futuro, não consigo me ver daqui uns anos, sinto que vou dar um fim nisso antes disso. Estou no meu limite, preciso de um psiquiatra, de remédios. A terapia não está dando conta sozinha. Perdi o controle da minha alimentação, do meu corpo, da faculdade, do contato com a minha família, do meu namoro. Eu quero gritar até perder o ar e me desfazer em pó e sumir. Não tenho coragem, sei que isso é uma doença, um câncer que se espalha pela minha mente e pelo meu corpo e alma.

15
4
0
placeholder
junho 26, 2021
feminino
2

  • Fernando

    Kira tem razão, tudo na vida passa. O tempo tem o incrível poder de tornar tudo mais leve, até mesmo os sofrimentos mais profundos. É preciso apenas aguentar firme e fazer o possível para melhorar as situações e lidar com as emoções, para as coisas não se tornarem uma bola de neve. Fazer o que está ao nosso alcance. Vai dar tudo certo. Se ela realmente for sua amiga, vai perceber o que está fazendo e como está te magoando, e vai pedir desculpas e tentar melhorar. Mostre que você é capaz de viver sem ela. Que seja feliz com o namorado! Mas não deixe isso te afetar. Respire fundo. De um passo de cada vez.

  • Psicólogo Ronnedy Pires de Paiva

    Converse com o seu psicólogo e veja se é necessário um psiquiatra, mas lembre-se de que doença afeta toda a sua percepção de vida, de relacionamentos, mas também, que a vida se dá ao trabalho de afastar àqueles que não são "verdadeiros amigos". Perceba o que tem de errado, proponha possibilidades de resolver, busque soluções para aquilo que está ao seu alcance e deixe que os outros resolvam aquilo que são deles. Grite, se for preciso, mas não abandone a vida, ela ainda pode ser repleta de sentido! Força

  • Kira

    Poxa, um dia já me senti como você e posso te dizer que passa, aliás tudo na vida passa. Não se desespere, tente devagarinho ir dando um jeitinho, um passo de cada vez. É importante que você resgate o que se perdeu em algum momento. Você também pode procurar um psiquiatra, mas não sei se começar a tomar remédio para resolver um problema é o melhor caminho. Tente resgatar suas amigas, converse com elas, pergunte onde você pode estar errando. Tente pegar as rédeas da faculdade, estude, tire notas boas, não abandone seu futuro, não abandone a si mesma. Boa sorte 🍀

  • Luana Piekoski

    Querida, ninguém perde amigos verdadeiros. Então, não se martirize. Logo virão outros amigos para seu campo de relacionamentos. Peça ao seu terapeuta para encaminhá-la para um médico psiquiatra para iniciar medicação, pois ajuda muito na dor emocional, no inicio, para que você tenha forças para vencer os problemas. A medicação irá clarear seus pensamentos e dar força. A solidão as vezes é uma dádiva, pois podemos mergulhar em nós mesmos e refletir sobre nossos desejos íntimos e nos conhecer melhor. Nesta pandemia há muita solidão, pois o recomendado é ficar em casa. Faça uma lista de seus problemas e das possíveis soluções, mesmo as mais esdruxulas. Anote seus desejos por ordem de prioridade e tempo. Faça várias listas. Ao refletir e escrever sobre nossos problemas, nossa mente já providencia a solução. Ame-se, cuide de você. Tenha paciência consigo mesma. Trate-se como trata as pessoas amadas. Abraço fraterno.

Converse em tempo real

Login

Desabafe no Site

Cadastre-se

Crie uma conta no Sunas

Grupo de apoio

Entre no nosso grupo do WhatsApp

Login

Desabafe no site

Entre na Comunidade

Converse em tempo real

Grupo de apoio

Entre no nosso grupo do WhatsApp