fbpx

Traição, dependência emocional e amor.

Bom, começo dizendo que sou uma pessoa muito boa (pelo menos disso eu sei) mas já cometi muitos erros, na minha relação passada e atual, erros que me arrependi muito, e que conseguiu me fazer mudar (ou só me fez achar isso, espero q não). Tive 3 relacionamentos, o primeiro foi algo superficial, acredito nisso hoje em dia, e acho que não tenha me afetado em algo no presente, apenas acho (isso me resume, achar), meu segundo eu conheci o amor de verdade, o que foi quebrado no primeiro erro do meu namorado, acho que pela idéia de que o amor era apenas coisa boa, e nisso acabou me despertando do que eu achava do amor, de um jeito que eu não esperava… E não consigo achar outro motivo pra tudo issi que acontece hoje, e não, não estou jogando a culpa no meu segundo ex, afinal ele é uma pessoa muita boa mesmo, mas acho que por ter criado algo de como era o amor e acontecer algo que me desprendesse dessa idéia resultou num empurrão q fez virar uma bola de neve de problemas e erros a ser cometidos… Comecei a ter a idéia na minha cabeça de que eu deveria ficar em primeiro lugar de tudo, virei um egoísta cheio de “Eu em primeiro lugar sempre, independente”, e por conta de ter tido uma ilusão do que era o amor e isso ter se quebrado, me fez pensar que não era algo forte, e que não era algo que prevalecia numa relação, nisso perdi o “encanto” que eu tinha por ele, não via ele igual, pra não deixar vocês curiosos sobre o que aconteceu: ele mentiu que já teve um namorado, e que eu era o primeiro dele, disse que poderia aparecer algum muleque que ele ficou e tentar estragar a gente, pq era louco e psicopata (só falou mal dele), eu sempre tive um instinto em mim que eu NUNCA seguia, mesmo tendo quebrado a cara todas as vezes que se “acionava”, desde algo pequeno a algo grande… E por algum motivo que não sei, nunca consegui segui-lo, mas dessa vez senti que tinha algo errado, e por curiosidade, um tempo depois fui pesquisar o tal menino, pois sabia o nome e tudo… Acabei encontrando um exposed com fotos e a história dele com meu ex desde o começo, de tudo, tinha muita coisa apagada, então não soube de tudo… Era que eles dois começaram a namorar, e o menino se demonstrou muito apegado a ele, brigaram, terminaram, voltaram, se amaram e tudo mais, aliança… Enfim, descobri e joguei tudo na cara dele (nessa epoca estavamos na casa da mae dele em outro estado, tinhamos viajado para visitar ela) ele tentou me explicar tudo e acho q só piorou tudo, disse que teve medo de mim achar que faria o mesmo comigo, e sim, tive medo… Disse q não amava ele que só falou isso por que estava confuso… Hoje em dia eu consigo entender ele, que ele tinha medo sim e que poderia estar confuso em relação ao menino… Por estar em outro estado, isso me segurou a não terminar com ele… Enfim, sofri, chorei, senti medo de acontecer o mesmo, tive ódio dele inventar tudo aquilo do menino sendo que o menino que era a vitíma… Isso passou, mas algo ruim permaneceu, como eu disse o “encanto” tinha acabado… voltando a parte de começar a ser um escroto egoísta… Comecei a sentir desejos de outras coisas, coisa que eu não tinha antes, afinal eu tinha olhos só pra ele (real), eu gostava de ver pornô, geralmente amador, e nisso comecei a ver que tinha videos de caras se pegando em parques, banheiros públicos e afins, eu gostava de assistir e me masturbar vendo, mas era literalmente só isso, e mais nada, eu juro (porém acho que possa ter aberto a minha mente a ter outros desejos). Nunca passei por um parque ou banheiro e pensei se quer em algo em relação a isso, em banheiro mesmo não gostava de usar mictório pq ficava homens do lado… Numa noite voltando da casa dele, passei no banheiro da estação, tinha apenas dois reservados e dois mictórios, olhei e não tinha ninguem… Então fui no mictório que ficava de frente ao reservado, quando penso que não escuto um barulho e olho pra trás, e sai um homem de tras da posta e começa a mostrar o *** e se masturbar, me assustei, meu coração acelerou fechei o ziper e sai desesperado, mas quando cheguei na porta, percebi que eu tinha ficado excitado, então algo me veio na cabeça “Por que não? Você ficou excitado, você sabe o que o cara está fazendo”, então voltei e me masturbei com ele ali, me causou uma adrenalina tão imensa que não consegui compreender, voltei para casa e me danei no choro, fiquei desesperado pelo que fiz, em pânico, e não sabia o que fazer, ou falar e comecei a pensar e pensar e me veio na cabeça o pq eu estava assim? Comecei a pensar que só fiz algo que tive vontade e gostei muito, que não precisava ficar me martilizando, afinal eu já não acreditava mais que era um amor forte, logo tinha na minha cabeça, mesmo que lá no fundo de que não ia durar, aconteceu muitas vezes, e sempre me arrependia, chorava… Até que queria mais, comecei transar com outros caras, marcava e ia transar, e me satisfazia até que uma hora pensei que só tava fazendo o que eu tinha desejo, e que se ele não soubesse estaria tudo bem, que o corpo era meu e eu fazia o que queria, que não tinha que ter um “dono de mim” impedindo de fazer o que eu queria, virei um monstro… Já brigava muito com ele, e moravamos juntos, até que entrei num trabalho novo e conheci um cara, desabafava com ele do meu relacionamento e não consigo lembrar como isso aconteceu, mas acabamos ficando e gostava dele, achava ele legal e me atraia… Parecia me entender sla, e uma vez meu ex viu que eu tinha apagado uma conversa com ele (menino do trabalho) e começou a dúvidae de tudo, e já estavamos muito mal, brigamos mais e mais, e eu era bem escroto pois me importava mais comigo, me importava muito com ele, mas eu estava sempre em primeiro lugar sempre, e olhando agora eu era muito escroto com ele, mas ainda amava ele, mesmo fazendo tudo isso, na minha cabeça eu podia ama-lo e fazer o que tinha vontade. Meu grupo de amigos eram todos poligamicos, relacionamento aberto e afins, e eu era o unico monogamico, e nunca consegui entender isso, mas respeitava, e depois disso tudo comecei a pensar que eu não queria monogamia para mim, aconteceu o que eu já esperava, meu ex terminou comigo, mas voltou atras e se agarrou em mim desesperadamente e implorou pra mim não deixá-lo, e caiu minja ficha do que tava acontecendo… Ele me aguentava pq estava dependente emocionalmente de mim, e isso me causou um arrepio tão grande, senti muito medo, não sabia o que fazer, conversamos muito e terminamos e ele iria acompanhar psicologo, eu achava que eu não precisava, achava que me conhecia muito bem e era bem decidido em tudo, então não quis, ficamos amigos e acompanhei ele algumas vezes, ele disse que começou a entender e achou que tava ajudando muito, e meio que parou de ir, pois achava que estava melhor, nisso eu estava solteiro, fui morar sozinho, fiz tudo que eu queria sem existir culpa alguma, mas comecei a sentir solitário, sentir que não era isso que eu queria, não me sentia como um nojento que era usado por ai, pois eu tinha prazer nisso… Mas comecei a achar q era algo que só existia isso, prazer… E mais nada, foi num momento que me afastei de tds amigos pois quando mais precisei, ngm quis me ajudar e me trataram como nada… Sem importância… Então me afastei, e naquela hora, só tinha meu ex comigo, como meu amigo, ele nunca me abandonou… Virou meu melhor amigo, foi quando eu comecei a parar de fazer qualquer coisa assim, transei com uns caras, quando sentia muita vontade, mas em casa mesmo, não queria mais procurar “Putaria”, não parecia mais legal, fiquei meio mal, me senti sozinho, eu ainda ficava com o menino do trabalho, as vzs transava com ele, e percebia que ele poderia se apaixonar por mim, mas não me importei muito pois continuava pensando que o que eu queria vinha primeiro. Usando um app gay, chamado grindr procurei pela localização da casa do menino do meu trabalho, para ver se ele estava no app, por curiosidade mesmo, pois ele não era assumido e tinha muito medo, e fazia uma pose de hétero, então procurando por ele, achei um menino que “Peguei” uma vez na escada de emergencia do shop, isso enquanto estava com meu ex… E que achei muito lindo, e na época procurei por ele outras vzs e nunca achei, assim q vi mandei msg, já tinha se passado um ano mais ou menos desde que fiquei com esse menino no shop, não tinha certeza do tempo, perguntei se era ele e tals e ele disse que não, mas depois lembrou, ele mandou mais fotos e vi que era ele mesmo, mesmo estando visualmente diferente (cabelo e estilo do q tinha achado), chamei ele pra vim em casa e ele veio, de madrugada, ele estava meio diferente da época que tinha ficado com ele (lembrava bem pq me deixou querendo mais) ficamks cvsd por muito tempo e gostei muito de cvs com ele, estava até achando que não ia rolar nada, mas estava gostando muito da cvs, estava me sentindo sozinho então isso deve ter ajudado… Senti q já tinha algo de errado, eu ter gostado dele simplesmente conversando, e olha que ele fala demais, ele acabou me puxando pra beijar e transamos… foi a melhor sensação que senti… Foi algo muito bom, pra mim e pra ele, e começamos a cvs e +, isso fazia um mes que eu tinha começado a morar só, e minha casa tinha coisas bagunçadas e desmontadas ainda, e um dia ele decidiu vir para me ajudar e realmente fez, e pelo visto estava gostando mais dele, ele parecia um príncipe, conversavamos muito sobre tudo e combinavamos demais, ele me entendia e eu a ele, ele tinha acabado de sair de um relacionamento também, então não queriamos algo sério, e eu disse que monogamico pelo menos não, e ele ficou com essa idéia na cabeça, comecei conhecer ele melhor e ele tinha muitos problemas psicológicos… Depressão, ansiedade e +, eu tbm tinha ansiedade, inclusive a primeira crise que tive tinha aceitado que eu ia morrer, pq não sabia oq era, e isso me abalou muito tbm, enfim, ele era todo fudido da cabeça, mas quando estavamos juntos parecia tudo tão bom… Negavamos muito um pro outro oq poderiamos sentir ou já sentiamos…e uma hora conversamos muito e nos abrimos doq sentia, e decidimos namorar em relação aberta, era oq nós queriamos, pois ficamos uns 3 meses, nos viamos quase todos os dias e conversavamos muito, ele ficava com outros caras “fixo” e eu tbm e não existia problema nisso, até contavamos das experiências um pro outro, até que percebemos que estavamos amando, e comecei a questionar se era algo não monogamico que eu queria… La no fundo mas questionava, e chegou um dia que ele quis terminar pois não queria estar mais nesse tipo de relação, que se enganou e não era isso q queria, e pra mim eu já estava sentindo lá no fundo que talvez não era isso que eu queria tbm, e o amor que eu sinto por ele, era diferente, parecia algo muito forte, eu sentia isso e sentia que ele sentia o mesmo, que era algo muito bom, e na minha cabeça eu tinha um pensamento de que eu era adaptavel agora, que se ele quisesse abrir o relaciomento abririamos, se quisesse fechar, fechariamos… Que pra mim importava estar com ele, e ama-lo e sentir que me amava também, então conversamos e fechamos, isso umas duas semanas depois de ter começado a namorar, e nesse tempos não fiquei com ninguem e nem fiz nada, pois não sentia vontade, estar com ele era bom demais, e estavamos namorando então não tinha nada disso na minha cabeça, porém umas duas semanas depois, indo trabalhar, um cara começou a flertar comigo no onibus e cedi, masturbei ele apenas para sentir aquela adrenalida que eu sentia, mas alguns segundo depois senti nojo e sai rápido e fui pra frente dos bancos, fiquei com tanto nojo de mim, não senti nada bom, fiquei com tanto nojo de mim, me arrependi, chorei, não sabia pq fiz aquilo de novo, parecia q ia começar de novo, fiquei com muito medo, pq estava em algo muito bom, mas acabei que nao contei para ele, passando o tempo, começamos a brihar, discutir por coisas como porno, masturbar sozinho, entre outras, algumas coisas entendi ele com o tempo, outras não. Uma coisa que eu faço muito é olhar para pessoas na rua, não pq me interessa ou sla, já achei caras bonitos e olhei mais q o normal, mas era apenas por isso, por achar bonito, e nesse tempo já tinhamos cvsd q sentir atração por outras pessoas era algo normal para mim, mas pra ele não, me senti mal por isso, afinal era algo meio q não batia entre os dois, e para ele tbm, pois começamos numa relação aberta… E até uns 3 dias antes de querer terminar ele ainda conversava com caras… Pra poder ficar, enfim, contando um pouco mais sobre ele, ele é uma pessoa muito detalhista em tudo, ele leva em consideração cada palavra que você diz, e se lembrará de todas, e de como disse (isso me assusta muito), agr mais de mim, depois do episodio do onibus, não aconteceu mais nada alem de… Olhar pra outros caras, as vzs em banheiro mesmo eu olhava… Mas não sei pq exatamente, afinal eu não me permitia e acho q nem queria fazer nada alem, comecei a achar que eu gostava apenas de olhar… E meio q se tornou natural isso…eu acho, e pelo menos, pelo q me lembre, não aconteceu nada além de olhar e algum cara flertar cmg por isso, mas tenho medo desse “Pelo q me lembre”, (as vzs parece que minha mente esconde as coisas de mim mesmo, e tipo?? Como??), Continuando, estavamos meio que numa crise de relacionamento, já havia tido muitas discussões e tudo mais, até que achei no celular dele acessos ao app grindr, sim, aquele do começo da história e consegui acessar, em duas contas diferentes dele, eu já tinha acessado tbm, mas para procurá-lo, pois havia desconfiança (aquele instindo que eu nunca confiei) , enfim, nunca acessei para outra coisa a não ser para ver se ele estava acessando, até mesmo quando não estava comigo, pois o app permite achar por localização… E como o app nao tinha backup, mostrou a ultima msg das conversas apenas, e em um tinha algo comprometedor, alem do nome de usuario no app e de tantas pessoas bloqueadas, essa msg comprometedora era exatamente em um dia que que ele saiu para andar enquanto eu estava no trabalho… (Ele saia lara andar quando estava mal) e bateu horário e tudo mais, e minha cabeça entrou em colapso, tinha 99% de crtz que ele tinha feito algo, que tinha me traído… De verdade… Tentei entrar em contato com as pessoas do chat, tentar achar algo, mas nao consegui, ele já sabia oq eu descobri e deixou o celular cmg e falou pra mim tentar achar algo alem, mas q nao sabia de nada daquilo, de como foi parar lá no celular dele, e uma hora surtei e não quis mais saber, só queria poder ficar bem com ele, não queria mais ver ele chorar, só queria ficar bem.. apaguei aquelas contas e tudo, pra não ter mais acesso, e mesmo com 99% mostrando que tinha acontecido, eu tentei não acreditar q era vdd e tentei acreditar nele, que ele não tinha me traído… Acabei que fiquei mais de um mês achando isso, aceitado pra mim mesmo que isso tinha acontecido e que ele nunca iria me contar, nesse tempo eu já era outra pessoa, sabia que tudo oq eu fiz era errado, com meu ex e tudo mais, ele conseguiu fazer eu ver que nao era assim que funcionava e q eu estava errado, e que fui muito ruim para meu ex… Enfim, até hoje não me retratei veridicamente com ele, e ele continua na minha vida, é alguem que não vai me abandonar e não vai deixar de e amar… Mas continuando, eu era outra pessoa, sabia q oq era errado, sabia que não podia ser tão egoísta assim… Mas nesse tempo que eu aceitei o que tinha “acontecido”, comecei a sentir aquela sensação de “Eu sou um otário mesmo”, comecei a sentir como quando perdi o “encanto” com meu ex, que deveria ceder a qualquer coisa que eu sentisse que queria na hora, e o apenas olhar começar a se diferenciar, comecei a “olhar” mais fundo, algo como “Quero algo a mais”, até q fiz, toquei em outros caras, em onibus e banheiro, porém ao mesmo tempo q eu sentia q fui trouxa e q aquilo q eu queria na hora não era nada comparado ao que ele “fez”, sentia nojo, me sentia mal, tanto q quando o fiz, foi por alguns segundos, não conseguia mais q isso, e nem desejava alem disso, não desejava fazer nada mais, nunca senti isso, minha cabeça estava em tantos conflitos, “Ele me traiu, vou fazer isso mesmo”, fazia e fica muito mal, chorava e se aparecesse a oportunidade de novo, cedia… Porém graças a deus eu não tinha desejo de fzr nada a mais, pq se fizesse, nem sei como estaria hj, afinal como eu disse, o amor q eu sinto é diferente, eu náo aguuentava mais sentir essas coisas ruins, não aguentava ceder, afinal, pq eu fazia isso? Ele me satisfazia em tudo, em tudo mesmo, juro! É como se algo me forçasse, seria uma maldição sentir atração por outras pessoas ainda? Ele dizia q não sentia, seria possível? Seria possível amar alguem tanto a ponto de não sentir mais atração por outras pessoas? Eu não entendo, já transamos com a 3 com meu ex, sim, fizemos isso algumas vzs, tem mais história envolvendo meu ex doq contei, como ele conseguia sentir atração nele se não sentia por ngm? Como ele podia assistir porno e sentir prazer? Estaria mentindo, ou apenas enganado? Eu não sei, isso ficava muito confuso pra mim, me sentia perdido noq acreditar… Então decidi perguntar mais uma vez para ele, se ele tinha me traído ou não, e ele decidiu contar oq tinha por trás daquela história de quase dois meses antes, que me atormentava, me contou que estava no app ha algum tempo, e que conversava com o menino do meu trabalho, para descobrir se ainda ficava com ele (briguei com esse menino do trabalho no dia em q comecei a namorar, ele estava apaixonado por mim…e nunca mais nos falamos) ficou semanas coletando informações, descobrindo coisas, com uma conta fake é claro, até que marcou com ele, ia chegar e de surpresa ia tentar fazer ele confessar que ainda ficava comigo, pq era oq ele achava q acontecia, mas que foi e ficou olhando o carro de longe e não teve coragem, foi no dia q ele saiu para andar e bateu com as datas e tudo mais, q eu achei q ele tinha ido me trair, foi oq ele me contou… Ele tinha muito ciumes desse menino, por algumas coisas q aconteceu antes da gente namorar… Mas eu ficava com os dois, e compartilhava as experiencias, como eu disse, me deu um alivio tao grande, eu senti vdd naquilo tudo, senti algo mudar, oq era? Como mudou assim, apenas me contando a vdd, era confiança sendo recuperada? Até que me veio na cabeça as mensagens comprometedorar que eu tinha visto, afinal ele disse q só usava o grindr pra isso, e quando consegui ver, era uma msg de algum cara próximo respondendo a uma msg dele “Afim de que?” E o cara respondia “Vendo o que rola”, e me quebrou novamente, se era apenas pelo cara do meu trabalho, pra descobrir algo que ele achou, pq tinha essamsg com outro cara, e tao recente, ele estava usando ha semanas, ele teria feito algo mesmo, cedeu a algum desejo? Conversou com outros caras, fez outras coisas?? Acho que nunca saberei…mas ele ter me contado a vdd, foi muito pra mim, eu sentia que estava tendo algo bom novamente, era como se era oq eu precisasse pra não impedir qualquer coisa ruim q eu desejasse, e foi isso q aconteceu, eu ainda ia, como falei, parece q algo me forçava…mas eu lutava contra eu mesmo, eu não plhava pra mais ngm, e se olhava sentia nojo, entrava em banheiro e nao conseguia olhar pra ngm, teve algumas vzs que ainda olhei, mas me senti muito mal de novo, e sentia q poderia tirar forças pra não fazer mais nada, pea matar tudo aquilo, pq eu não queria sentir mais, estava me apegando a ele realmente não ter me traído, e q era algo muito bom e verdadeiro sim, eu realmente sentia q estava conseguindo matar aquilo aos poucos dentro de mim, e estava tão feliz comigo mesmo, era algo q eu estava enfrentando dentro de mim, só eu, sozinho… Estava fzd tudo pra dar a ele o amor q ele merecia, afinal ele já sofreu tanto, e não merecia nada ruim, nunca nem passou pela minha cabeça contar nada, até pelo menos ter crtz q eu tinha destruido aqueles desejos sujos, destrui a base, de sentir atração por outras pessoas… Foi quando ele me contou que sabia de tudo… Que me “seguia”, e me vigiava e via oq eu fazia… E então eu contei q era vdd, e foi tudo um caos, ele enlouqueçeu, me bateu, chorou, me xingou de tudo que podia, e cada minuto me destruia mais, ele estava destruido tbm, me chamou das piores coisas possíveis, onde levo isso até hoje comigo, faz mais de um mês, acho q quase dois, me sinto tudo aquilo que ele falou tds os dias, e desde então, estou bem destruido mentalmente, sempre choro, as crises de ansiedade que tinha, e que tinha aprendido a controlar, como se fosse um super poder, perdi… Não consigo mais controlar, ver como ele ficou quando disse q era vdd, foi horrível, algo traumatico para mim e para ele… Ele convulsionou na rua, achei q tinha perdido ele pra sempre, foi tanta coisa pra mim e pra ele ao mesmo tempo… Eu não conseguia imaginar oq ele tava sentindo, assim como ele não poderia oq eu senti e estava sentindo… Foi traumatico de tantos jeitos… Após o hospital, saimos, ele estava melhor da convulsão, mas estava voltando tudo de novo, parece q ia enlouquecer de novo, me deixou, comecei a ter crise em um lugar q eu nem sabia onde era, sem bateria e apenas com bilhete… Não estava conseguindo controlar, era como a primeira vez, que me destruiu fisicamente… Eu estava perdido ali… Mas ele voltou, não pôde me deixar só…mesmo com todo ódio, tentou me acalmar e me levou pra casa, chamou meu ex para ficar cmg e ia sair, eu estava destruido, parecia q estava fora de sí, parece que só existia um resto de mim, tinha tomado o remedio q ele tomava, rivotril… Me deixou como um zoombie, entao enquanto ele saiu para cvs com meu ex, eu sai para andar, precisava pensar noq aconteceu, mas mao consegui andar muito, estava vendo tudo se mexendo, e tonto, o remedio deveria ter acabado cmg, entao voltei, e eles estavam desesperados atras de mim, eu estava fora de mim, ele estava mais “Sóbrio”, msm com tudo, como consegue ser tao forte e eu q me achava fodastico ser tao fraco? Entao meu ex foi embora, e fomos tomar banho juntos e conversamos muiito, eu estava fora de mim e contei tudo detalhadamente, contei coisas obscuras dentro de mim q ngm sabia, ele tbm contou um pouco, eu não queria mais nada, eu tinha o perdido, pra mim era o fim, eu nao queria mais viver… Eu sou fraco demais pra tudo isso, acho q sempre fui, tinha apenas uma mascara de ser forte, e então ele decidiu ficar, me implorou pra não fazer mais nada e q ia querer saber todos os meus passos, q não queria q eu fizesse mais nada assim, e q tudo isso seria muito dificil, e esta sendo, eu nunca mais fiz nada, porém ele nao estava aguentando tudo oq aconteceu, estava assombrando ele, mais doq a mim, pois me assombrava tbm, demais, eu senti q tinha conseguido a força pra matar tudo oq existia de ruim, e tava funcionando, ele dizia q isso era temporário, q era por tudo q acomteceu, mas eu nao acreditava nisso, eu acreditava que eu tinha conseguido, até q ele começou me tratar mal, e parece q não percebia isso, parecia q foi virando natural e eu tinha q aguentar, estava sendo grosseiro cmg, parecia q estava se tornando eu quando tinha perdido o “encanto” pelo meu ex, o escroto que eu dizia, mas eu aceitava/aceito, pois eu o destrui, e ele estava cmg ainda, o amor da minha vida estava cmg, msm q ele nao acreditasse em nada disso q vinha de mim, até q ele disse q nada mudou, e nao entendi, pois eu nao fazia mais nada de ruim, e começou a dizer q eu ainda olhava para pessoas na rua, e em lugares, e com muita raiva, e eu fiquei perdido, eu fazia isso e não percebia, eu apenas olhava alguem por achar bonito? Ou estava encarando as pessoas, eu realmente não sei, e prefiro acreditar q apenas olhava por olhar mesmo, e q posso ter olhado mais q o normal se achei alguem bonito… Mas pra ele não era isso, eu apenas não tinha mudado, que depois de tudo eu era capaz daquilo ainda… Nesse tempo ele duvidou do próprio amor por mim, mas depois teve crtz… E não acredita em nada mais vindo de mim, nem mesmo meu amor, até q disse q não ia aguentar mais isso, e q iria embora… Mas q iria passar o natal e ano novo cmg, pq nao iria me deixar sozinho, nesse tempo ele disse q sabia de mais coisas q eu fiz e q eu tinha q contar, e não seu até hoje oq é, já contei tudo, do menor ao maior, ao pior… Dei detalhes, eu nao sei mais oq eu fiz, eu tenho medo de ter feito algo e nao lembrar, e ele saber e achar q estou escondendo, minha mente age contra mim desde q o conheci… E pq??? Eu estou perdido, os dias se passam e cada vez mais eu tive crtz q ele me deixaria, ele não podia mais suportar e eu tbm não, pq teve que acontecer tantas coisas ruins entre a gente? Pq eu tive q ser um monstro? Pq deixei ele chegar tantas vzs ao extremo? Eu perdi minha mente, e não sei se posso recuperá-la… Assim como ele perdeu a dele, eu só queria poder mudar tudo, hoje seria o ultimo dia que ele ficaria comigo, dia 31, e me questionou se eu nao contaria algo? E eu nao sei oq é esse algo, q atormenta minha mente tds os dias, ele disse q fez coisas pra tentar descobrir, cvs com pessoas q eu fiquei, tudo q descobriu com o menino do meu trabalho, me contou algumas coisas q ele falou, inventou coisas de mim, será q em tudo isso ele acreditou em algo muito ruim? Será que conversou com alguem e esse alguem disse ter ficado cmg? Eu tenho medo de ser algo mal entendido, ou algo que ele acreditou e que não é vdd, eu só não sei, e isso me atormenta, hoje voltei do trabalho, e ele me disse ficou mal, saiu, e enquanto eu escrevo isso, está na outra parte do prédio sozinho, com os tormentos dele, e quanto estou com os meus, tentando aliviar um pouco nesse texto, afinal, não conseguiria contar tudo isso pra ngm, nem mesmo para meu ex, q sabe de bastante coisa, e q seria meu melhor amigo… De alguma forma senti um alivio em poder desabafar tudo isso, agora pouco me contou que foi me buscar no terminal… E eu o questionei o pq dele nao ter me encontrado então… E ele me olhou como se eu tivesse feito algo, e não entendi… Eu apenas peguei o onibus e fui para casa, mais nada, sentei num banco isolado e fui para casa, me afogando em coisas ruins na minha cabeça, como faço desde então, disse que não me diria nada hj, e mais uma vez, oq eu fiz de errado? Ele nao acredita que eu não faça nada, levando em base q eu “Desejo outras pessoas”, olhando para elas… Ele tem crtz que continuo fzd tudo, mas eu nunca mais fiz… Então oq aconteceu q ele não me encontrou e foi embora???? Eu não consigo entender, parece tudo uma loucura, as vezes parece q nada é real, q estou apenas num longo sonho… Eu queria tanto poder voltar no tempo e consertar as coisas, mas agr q sei q ele vai me deixar, oq fazer? Tentar superar o maior amor q já tive, nao sinto q amaria de novo depois… Aceitar? Ele mesmo diz q não há nada que mude, então não sei oq eu posso fazer, ele msm ja disse q só voltando no tempo mesmo, será que um dia poderiamos ser um casal q se ama muito, e que prevaleça as coisas boas? Devo entender q sou apenas um monstro? Q sou apenas uma bichinha de banheiro…? Eu só sei que não quero perde-lo… Eu queria destruir minha mente e ter outra nova, sem nada…

2
0
placeholder
dezembro 29, 2022
1

Ainda não tem cadastro?

Cadastre-se no Sunas gratuitamente

Ou faça seu login aqui

Ainda não tem cadastro?

Cadastre-se no Sunas gratuitamente

Já possui cadastro?

Faça seu login

Entre em nossa Comunidade de troca de mensagens em TEMPO REAL!