fbpx

Jogador revela que buscava por "morte" no Google durante a depressão

Em entrevista a ESPM, Richarlison conta que chegou a dizer ao pai que queria desistir.

Richarlison de Andrade, 26 anos, jogador de futebol da seleção brasileira, passou por um período depressivo após a Copa do Mundo no Catar, em 2022.

O futebolista diz que sua depressão foi desencadeada por problemas em casa e mensagens de ódio nas redes sociais.

Em entrevista à ESPN, aos prantos, Richarlison afirmou que, após os treinamentos no clube inglês, só desejava voltar para casa e chegou a pensar em abandonar o futebol.

Inclusive, Richarlison chegou a dizer ao pai que queria desistir.

“Eu tinha acabado de jogar uma Copa do Mundo no meu auge. Acabei chegando no meu limite. Não vou falar de se matar, mas eu estava em uma depressão e querendo desistir. Eu estava sofrendo muitos ataques depois da Copa e, junto com esses problemas dentro de casa, afetou muito. Logo eu, que parecia que era forte mentalmente. Depois da Copa, parece que desabou tudo”, complementou.

Felizmente, a Comissão Técnica da Seleção Brasileira contratou uma psicóloga para atender o time!

“Vi a psicóloga ali [na Seleção]. Nunca teve antes, né? É importante falar em procurar ajuda. Tinha preconceito e não tenho mais. Eu com voz ativa na Seleção falo para procurar mesmo, que ajuda. Eu posso falar que salvou a minha vida.” disse Richarlison.

Richarlison disse em entrevista que a terapia salvou sua vida e ressaltou a importância de ter uma psicóloga para contar seus sentimentos. Na ocasião, o camisa 9 do Tottenham reforçou o pedido para que as pessoas façam terapia.

FONTE: CNN Brasil – clique aqui para ler.

Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, no mundo inteiro, cerca de 300 milhões de pessoas sofram de depressão.

Classificada como uma “crise negligenciada de saúde global”, a doença tem números relevantes no Brasil: segundo dados da pesquisa Vigitel 2021 (realizada pelo Ministério da Saúde), 11,3% dos entrevistados disseram ter recebido diagnóstico médico para depressão. Entre os homens, o percentual foi de 7,3%; nas mulheres, foi o dobro (14,7%).

FONTE: G1 – clique aqui para ler.

Entrar no Sunas

Acesse sua conta para desabafar

Criar uma conta

Cadastre-se para desabafar

Entrar no WhatsApp

Desabafe no grupo do WhatsApp

Entrar no Discord

Desabafe no servidor do Discord

Entrar no Sunas

Entre na sua conta para publicar

Criar uma conta

Cadastre-se para publicar